Translate this site into your language!

sábado, 10 de agosto de 2013

Após morte de filhos, casal é condenado à prisão por preferir fazer “oração de cura” a procurar tratamento médico para as crianças!

Casal é condenado à prisão por fazer “oração de cura”Casal é condenado à prisão por fazer “oração de cura”
Um juiz condenou ontem (7/8) um casal de cristãos fundamentalistas pela morte do seu filho. O agravante é que quatro anos atrás, eles perderam outro filho “em circunstâncias notavelmente semelhantes.”

Herbert e Catherine Schaible foram acusados em 2009, de serem culpados pela morte de seu filho Kent, na época com 2 anos de idade. Eles foram condenados por homicídio culposo, quando não há intenção de matar. Ficariam em liberdade condicional por 10 anos. Além disso, receberam ordens para procurar acompanhamento psiquiátrico e oferecer cuidados médicos para os seus filhos quando fosse necessário.

Agora que Brandon, de 8 meses, morreu, o juiz os responsabilizou pela mesma atitude de negligência. Em ambos os casos, os pais se recusaram a levar as crianças ao médico, preferindo fazer orações de fé pedindo pela cura deles. A morte dos infantes foi vista por eles como “vontade Deus”. Eles estavam em liberdade condicional desde 2010, mas o juiz Benjamin Lerner agora aceitou a acusação de enviá-los para a cadeia por homicídio doloso, ou seja, quando há intenção de matar. Se condenados, poderão ficar presos por até 40 anos. O julgamento final ocorrerá antes do final do ano.

“Eles aprenderam da pior forma possível… que podem levar uma criança a morrer se não ofereceram cuidados médicos”, disse o juiz na sentença. Segundo os autos do caso, a criança sofria de problemas respiratórios e teria passado quase uma semana em estado grave, com diarreias e febre.

Herbert, 45, declarou aos investigadores: “Acreditamos na cura divina, que Jesus… morreu na cruz para vencer o poder do diabo”. Catherine, 44, e o marido são membros e ex-professores de Escola Bíblica da Primeira Igreja do Evangelho Primitivo, um pequeno grupo que congrega na Filadélfia.

“O juiz sente que eles são uma ameaça para os próprios filhos, mas não para a comunidade”, explicou a promotora, Joanne Pescatore, que processou o casal em 2010. Por isso, seus sete outros filhos foram mandados para um orfanato.

Nelson Clark, pastor da igreja, disse que o casal perdeu seus filhos por causa de alguma “falha espiritual” em suas vidas. Também criticou as autoridades por tentarem forçar seus membros a buscar um “sistema de saúde tão falho.”

Nos Estados Unidos, cerca de uma dúzia de crianças morrem a cada ano pois os pais preferem esperar a cura pela fé, em vez de medicina, geralmente são problemas de fácil tratamento, de acordo com especialistas. No Estado do Oregon, a “cura pela fé” é julgada como tentativa de homicídio. Com informações ABC.

Fonte: gospelprime

Tags: ,

0 Responses to “Após morte de filhos, casal é condenado à prisão por preferir fazer “oração de cura” a procurar tratamento médico para as crianças!”

Postar um comentário

Comentários

Compartilhe essa informação!

Inscreva-se aqui

Inscreva-se gratuitamente neste site e receba todas as notícias diretamente em seu email

© 2013 Ieadesi Maranhão. All rights reserved.
Designed by SpicyTricks