Translate this site into your language!

terça-feira, 14 de outubro de 2014

Jornal CEADEMA EM FOCO - As quatro chamadas de Deus ao homem! Leia


AS QUATRO CHAMADAS DE DEUS AO HOMEM

Por: Pr. Rafael Aguiar


Um dos significados da palavra chamada, segundo os dicionários de nossa língua, é o ato de chamar nominalmente. Tomando este conceito da expressão em destaque, podemos distinguir, nas Escrituras, pelo menos quatro chamadas de Deus ao homem:

   Deus, primeiramente, chama a todos a aceitarem o Sacrifício de Cristo Jesus, Seu Filho amado, oferecido por toda a humanidade na Cruz do Calvário para perdão dos pecados! Este chamado, Deus faz a todos os homens e mulheres, sem distinção alguma, pois Deus "...quer que todos os homens se salvem, e venham ao pleno conhecimento da verdade", (1 Timóteo 2.4); Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração; e encontrareis descanso para as vossas almas. Porque o meu jugo é suave e o meu fardo é leve.” (Mateus 11.28-30); “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.” (João 3.16)

   Em segundo lugar, o Senhor chama a todos os que atenderam ao primeiro chamado a serem também cheios do Espírito Santo: "E não vos embriagueis com vinho, em que há contenda, mas enchei-vos do Espírito" (Efésios 5.18). Após a Ressurreição e antes de o Senhor Jesus subir ao Céu, todos os seus discípulos – os quais, por crerem em Nele, já tinham sido alcançados pela primeira chamada –, receberam uma promessa e uma ordem: “E eis que sobre vós envio a promessa de meu Pai; ficai, porém, na cidade de Jerusalém, até que do alto sejais revestidos de poder” (Lucas 24.49). Esta promessa feita pelo Senhor se cumpriu dez dias depois na vida de 120 crentes que obedeceram à Sua ordem e ficaram em Jerusalém esperando o seu cumprimento: “E todos foram cheios do Espírito Santo, e começaram a falar noutras línguas, conforme o Espírito Santo lhes concedia que falassem” (Atos 2.4). Enquanto que na promessa, o Senhor Jesus declara que eles seriam revestidos de poder (Lc. 24.49), o cumprimento é descrito como “E todos foram cheios do Espírito Santo...” (At. 2.4a), dando a entender que ser revestido do Espírito Santo implica também ser cheio Dele! E esta é a segunda chamada de Deus ao homem, agora crente salvo em Cristo Jesus, para que seja também cheio do Espírito de Deus, pois o Senhor deseja isso a todos os crentes, a fim de que participem, também, em terceiro lugar, da chamada do Senhor para serem testemunhas eficazes da grande Salvação que Cristo Jesus operou em suas vidas: "Mas recebereis a virtude do Espírito Santo, que há de vir sobre vós; e ser-me-eis testemunhas, tanto em Jerusalém como em toda a Judéia e Samaria, e até aos confins da terra." (Atos 1.8). A primeira chamada – para a Salvação – prepara o homem para a segunda – para ser cheio do Espírito Santo – que, por sua vez, o prepara para a terceira – para ser testemunha poderosa da Ressurreição de Cristo Jesus! Esta última, deixa o crente à disposição de Deus para uma quarta chamada, que veremos a seguir.

   Dentre as milhares de testemunhas, que aceitaram o primeiro chamado divino, experimentaram o segundo e estão vivendo o terceiro, o Espírito Santo agora realiza a quarta chamada: Para uma obra específica! Diferentemente das outras chamadas que sempre se estendem a todos, esta, por sua vez, Deus a faz de maneira mais restrita e específica, pois Ele separa apenas aqueles que Ele, por sua soberana vontade e presciência, escolheu e chamou para desempenhar determinada obra. Para citar apenas alguns exemplos: Foi assim com Abraão, que foi chamado para ser exemplo na fé e pai de uma grande nação, da qual viria o Cristo (Gn. 12.1-3); Foi assim com Moisés, chamado para ser o grande libertador do povo de Deus da escravidão do Egito, tornando-se líder e legislador desse povo (Ex. 3.1-15; Dt. 28); Foi assim com Gideão, chamado para ser o libertador do povo de Deus das mãos dos midianitas (Jz. 6.11-14); Foi assim também com Jeremias, que foi chamado para anunciar o juízo de Deus sobre toda desobediência e infidelidade (Jr.1. 4-10); E foi assim também com João Batista, chamado pelo Senhor para anunciar com grande voz a chegada do grande Messias e Salvador Jesus, o Cristo, o nosso Senhor (Lc. 3. 16-17)! E também foi assim no ministério terreno de nosso Senhor Jesus, pois escolheu, separou e chamou seus discípulos nominalmente como Ele mesmo quis e os enviou a realizar um obra específica: "E subiu ao monte, e chamou para si os que ele quis; e vieram a ele. E nomeou doze para que estivessem com ele e os mandasse a pregar, e para que tivessem o poder de curar as enfermidades e expulsar os demônios" (Marcos 3.13-15); “E depois disto designou o Senhor ainda outros setenta, e mandou-os adiante da sua face, de dois em dois, a todas as cidades e lugares aonde ele havia de ir. E dizia-lhes: Grande é, em verdade, a seara, mas os obreiros são poucos; rogai, pois, ao Senhor da seara que envie obreiros para a sua seara. Ide; eis que vos mando como cordeiros ao meio de lobos.” (Lucas 10.1-3)

  De modo semelhante ocorreu também quando o Espírito Santo chamou a Barnabé e a Saulo para a grande obra missionária registrada em Atos dos Apóstolos a partir do capítulo 13: "E na igreja que estava em Antioquia havia alguns profetas e doutores, a saber: Barnabé e Simeão chamado Níger, e Lúcio, cireneu, e Manaém, que fora criado com Herodes o tetrarca, e Saulo. E, servindo eles ao Senhor, e jejuando, disse o Espírito Santo: Apartai-me a Barnabé e a Saulo para a obra a que os tenho chamado. Então, jejuando e orando, e pondo sobre eles as mãos, os despediram." (Atos 13.1-3). Fica, então, evidente que, quando o assunto é uma obra específica de Deus – a quarta chamada – ninguém pode se chamar a si mesmo ou se autonomear para o exercício ministerial: “E ninguém toma para si esta honra, senão o que é chamado por Deus, como Arão.” (Hebreus 5.4); “Não me escolhestes vós a mim, mas eu vos escolhi a vós, e vos nomeei, para que vades e deis fruto, e o vosso fruto permaneça; a fim de que tudo quanto em meu nome pedirdes ao Pai, ele vo-lo conceda” (João 15:16).

   Portanto, podemos concluir que em todas as quatro chamadas descritas acima, Deus é sempre Aquele que chama! Ele chama a todos os homens para serem salvos em Cristo Jesus! Ele chama todos os salvos em Cristo Jesus para serem cheios do Espírito Santo e de Sua virtude! Ele chama a todos os cheios do Espírito Santo e de Sua Virtude para serem testemunhas eficazes da Salvação e do Poder de Cristo Jesus! E, dentre todos os salvos cheios do poder do Espírito, o Senhor escolhe, separa e envia a quem Ele quer para a realização de obras específicas determinadas pelo próprio Deus! Se hoje você é um crente salvo, cheio do Espírito Santo e está trabalhando na grande obra de nosso Senhor Jesus, certamente você foi alcançado pelas quatro chamadas de Deus ao homem!


 
Pr. Rafael Aguiar

Santa Inês-Ma

(98) 8186-4369


Tags: , , , ,

0 Responses to “Jornal CEADEMA EM FOCO - As quatro chamadas de Deus ao homem! Leia”

Postar um comentário

Comentários

Compartilhe essa informação!

Inscreva-se aqui

Inscreva-se gratuitamente neste site e receba todas as notícias diretamente em seu email

© 2013 Ieadesi Maranhão. All rights reserved.
Designed by SpicyTricks